Predisposição mental para dançar

July 13, 2017

Diversas pesquisas apontam que a dança de salão é uma ótima atividade terapêutica. Isso porque a dança consegue juntar processos mentais de coordenação motora e equilíbrio com estímulos sensoriais (visão, audição, tato, etc.). Esses processos e estímulos utilizam todas as partes do cérebro.

 

Fazer aulas de dança de salão é ainda mais eficiente como atividade de bem-estar porque o lobo frontal (que inclui o córtex motor e pré-motor e o córtex pré-frontal) é altamente exigido. O lobo frontal é parte do cérebro responsável pelo planejamento de ações e movimento, assim como o pensamento abstrato.

 

Porém a sensação de bem-estar pode não ser imediata quando estamos dançando. Há um fator que é crucial para que os benefícios da dança sejam atingidos: a predisposição mental. Ou seja, ainda que o fato de estarmos presentes em uma aula de dança seja um passo importante para nos sentirmos melhor, isso não irá acontecer se não estivermos dispostos a dançar e aproveitar a experiência.

 

A nossa predisposição mental determina o quanto uma experiência deixará de impressão em nossa mente. Se estivermos indispostos a uma determinada atividade, nosso cérebro procura “fugir” dessa situação. Então ficamos dispersos, pensando em outras coisas, e com vontade de sairmos depressa dessa atividade. O tempo, subjetivamente, passa mais devagar. Já quando estamos dispostos mentalmente para uma atividade, nosso cérebro se ocupa em absorver e vivenciar a atividade, registrando mais detalhes na memória. E o tempo parece voar.

 

O ideal seria que quando alguém resolve fazer aulas de dança, deixasse todos os seus problemas, preocupações, medos e angústias do lado de fora da sala de aula. Seria o ideal se conseguirmos nos predispormos mentalmente a favor das aulas. Podemos começar a atingir esse ideal ao tentarmos esse exercício de “repouso” para a mente. Logo antes de entramos na sala de aula ou escola, podemos nos esforçar em abandonar do lado de fora as nossas aflições. Durante as aulas, estaríamos com todos os sentidos voltados para aquela atividade, que envolve música, diversão e outras pessoas. Esse momento do dia iria se tornar um tempo para si mesmo. Para o benefício de si e, por conseguinte com quem convivemos. Estaríamos permitindo que uma atividade que traz um aprendizado diferente, um conhecimento novo, deixasse suas impressões positivas em nossas mentes. Novas formas de se mexer, de andar, de respirar, novas músicas e muitas pessoas.

 

Para tornar a predisposição mental à dança uma realidade praticável, eu acredito que quando você estiver em um ambiente agradável de dança, aprecie a experiência. Divirta-se ao mesmo tempo em que aprende. Conheça os teus valores e gostos assim como os das pessoas a tua volta. Deixe-se contagiar pela energia vibrante e alegre da dança de salão e espalhe gentileza por onde passar. Assim, você permite que os benefícios da dança alcancem teu estado de espírito, tua motivação,

tua criatividade, gerando um bem-estar interno e também um bem-estar externo ao teu redor.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Recent Posts
Please reload

© 2017 por Kiko Fernandes. Produzido com Wix.com  

RSS Feed
  • Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Pinterest Ícone
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now